Ressonância magnética

aparelho-ressonancia-magnetica Já falamos quais as diferenças entre ressonância e tomografia. Quais os benefícios, quem pode, as desvantagens, o contraste, quando é necessário este procedimento e para quem é indicado. Agora vamos falar somente sobre a ressonância.

O exame de ressonância magnética

A ressonância magnética é um exame que possibilita o médico a enxergar dentro do corpo humano. Com fotos em alta definição e cortes que possibilitam ver qualquer anomalia, este exame é um dos mais confiáveis em questão de resultados. Quando o médico o pede é para ter certeza do diagnóstico que ele acredita ser. Para a realização do exame existem alguns procedimentos a serem realizados. É necessário jejum de 6 horas, caso seja necessário o uso do contraste. Em hipótese nenhuma é permitido o uso de qualquer material que contenha metal. Sendo um campo magnético, tudo o que for de metal é puxado para a máquina e pode acarretar problemas. Quando o paciente entra na sala para a realização do exame, ele deita na mesa e entra em um tubo. Podendo entrar totalmente ou não, dependendo do tipo do exame que o médico pediu. O tempo estimado é de 15 min a 2 horas.

Ressonância Magnética dói?

A primeira pergunta que sempre fazem é se esse exame dói. Não, ele não dói. O inconveniente é que a pessoa não pode se mexer, sendo um equipamento sensível onde as ondas vão analisando o corpo e que qualquer mexida pode alterar o resultado, sendo necessário refazer. Outro inconveniente é que o exame é barulhento, por isso pode ser entregue fones de ouvido ou protetores auriculares. Algumas pessoas são claustrofóbicas e para fazer esse exame precisam ser sedadas. Ainda não são conhecidos qualquer contraindicações para gestantes com menos de 12 semanas, contudo alguns laboratórios só realizam após os três meses de gestação. Pessoas obesas podem fazer esse exame, porém precisam confirmar com o laboratório a capacidade dos equipamentos que na maioria são para até 160kg. Dependendo da região a ser estudada é necessário o uso de contraste. O gadolínio é muito mais seguro que os contrastes de iodo, contudo algumas pessoas são alérgicas. Pode apresentar reações como náuseas, vômitos, urticária e cefaleia, enquanto as locais são irritação, ardor e sensação de frio apenas em casos raros.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 24/04/2015, 10:00

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

aparelho-ressonancia-magnetica Já falamos quais as diferenças entre ressonância e tomografia. Quais os benefícios, quem pode, as desvantagens, o contraste, quando é necessário este procedimento e para quem é indicado. Agora vamos falar somente sobre a ressonância.

O exame de ressonância magnética

A ressonância magnética é um exame que possibilita o médico a enxergar dentro do corpo humano. Com fotos em alta definição e cortes que possibilitam ver qualquer anomalia, este exame é um dos mais confiáveis em questão de resultados. Quando o médico o pede é para ter certeza do diagnóstico que ele acredita ser. Para a realização do exame existem alguns procedimentos a serem realizados. É necessário jejum de 6 horas, caso seja necessário o uso do contraste. Em hipótese nenhuma é permitido o uso de qualquer material que contenha metal. Sendo um campo magnético, tudo o que for de metal é puxado para a máquina e pode acarretar problemas. Quando o paciente entra na sala para a realização do exame, ele deita na mesa e entra em um tubo. Podendo entrar totalmente ou não, dependendo do tipo do exame que o médico pediu. O tempo estimado é de 15 min a 2 horas.

Ressonância Magnética dói?

A primeira pergunta que sempre fazem é se esse exame dói. Não, ele não dói. O inconveniente é que a pessoa não pode se mexer, sendo um equipamento sensível onde as ondas vão analisando o corpo e que qualquer mexida pode alterar o resultado, sendo necessário refazer. Outro inconveniente é que o exame é barulhento, por isso pode ser entregue fones de ouvido ou protetores auriculares. Algumas pessoas são claustrofóbicas e para fazer esse exame precisam ser sedadas. Ainda não são conhecidos qualquer contraindicações para gestantes com menos de 12 semanas, contudo alguns laboratórios só realizam após os três meses de gestação. Pessoas obesas podem fazer esse exame, porém precisam confirmar com o laboratório a capacidade dos equipamentos que na maioria são para até 160kg. Dependendo da região a ser estudada é necessário o uso de contraste. O gadolínio é muito mais seguro que os contrastes de iodo, contudo algumas pessoas são alérgicas. Pode apresentar reações como náuseas, vômitos, urticária e cefaleia, enquanto as locais são irritação, ardor e sensação de frio apenas em casos raros.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 24/04/2015, 10:00

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625