Quando a cirurgia plástica é recomendada?

Quando a cirurgia plástica é recomendada

Com o objetivo de conseguir um corpo perfeito ou manter-se jovem muitas pessoas recorrem à cirurgias plásticas. De acordo com pesquisas, o Brasil fica em segundo lugar no ranking mundial da cirurgia plástica, perdendo somente para os Estados Unidos.

Será que esse procedimento é sempre necessário para os que desejam melhorar a aparência e a autoestima? A resposta mais adequada é depende. Confira exemplos em que a cirurgia plástica é devidamente indicada.

Lipoaspiração

É recomendada para os pacientes que não estão muito acima do peso. Por incrível que pareça, a lipoaspiração não tem como resultado o emagrecimento. Ela atua na remoção de gorduras localizadas e para afinamento do contorno do corpo.

Na cirurgia, é introduzida uma cânula sob a pele para aspirar a gordura. Segundo padrões mundiais estabelecidos, somente podem ser retiradas de 5 a 10% da gordura do corpo. No pós-operatório, é preciso usar uma cinta modeladora e fazer drenagens linfáticas, para o paciente voltar à sua rotina diária.

Mamoplastia de aumento (implante de silicone)

Essa cirurgia deve ser feita para quem possui pouco seio ou pretende fazer um procedimento de reparação, após uma mastectomia. É introduzida uma prótese de silicone texturizado, que pode ficar abaixo da glândula mamária ou atrás do músculo. O processo de incisão pode ser realizado pela axila, abaixo do seio, ou dependendo do caso, ao redor da auréola.

Após avaliar a paciente, o cirurgião define não apenas o tipo e o posicionamento da prótese, mas também como será a incisão. Normalmente, o processo pós-operatório é tranquilo. Em média, uma prótese de silicone dura 15 anos.

Mastopexia ou lifting de mama

Esse tipo de procedimento é indicado para as mulheres que desejam um novo formato de busto. Ele tem bons resultados nas pacientes com seios flácidos ou que possuem muito tecido mamário. É comum essa cirurgia estar associada a uma mamoplastia de aumento ou de redução.

Segundo especialistas, o ideal é que a mastopexia seja realizada em mulheres que já tiveram filhos ou já amamentaram. Isso porque existe o risco de comprometer os ductos lactíferos e de perda de sensibilidade.

Abdominoplastia

A abdominoplastia é feita para retirar o excesso de pele do abdômen e reposicionar os músculos abdominais. Por isso, pode ser realizada em mulheres que deram à luz - mas não recuperaram a forma antes da gravidez – ou em pessoas que perderam muito peso rapidamente devido a uma cirurgia bariátrica. Nos dois casos, os pacientes sofrem com o rompimento das fibras de colágeno, o que provoca flacidez e estrias.

Na cirurgia, ocorre um corte na região inferior do abdômen para esticar e recosturar a pele. Afastados por causa da gravidez ou da obesidade, os músculos abdominais são costurados juntos para retornarem ao devido lugar. Depois da recuperação, o ideal é o paciente fazer exercícios localizados para fortalecer os músculos reposicionados.

Blefaroplastia

Remover a pele e a gordura das pálpebras é o objetivo dessa cirurgia. Ela é recomendada para pacientes com  mais de 45 anos e que possuem algum acúmulo de pele no local,  apresentando dificuldades para enxergar ou que ficam incomodados com a flacidez ao redor dos olhos.

Os que possuem doenças oculares como glaucoma e hipertensão devem estar com o quadro controlado para fazer a blefaroplastia. Na cirurgia, ocorre a remoção da gordura e a costura do músculo. Em geral, o pós-operatório é muito tranquilo em quase todos os casos.

Lifting facial

O lifting facial é feito para "levantar" o rosto e reduzir as rugas e a flacidez. Pode ser feito em pessoas com mais de 40 anos que possuem perda do contorno e do volume facial. Na operação, são feitas incisões na região das orelhas, na linha do cabelo ou no couro cabeludo para eliminar o excesso de pele do rosto.

O pós-operatório pode ser complicado, porque o rosto fica inchado e dolorido. O ideal é o paciente ficar em repouso e longe do sol por 10 dias, para depois voltar à rotina.

Para avaliar a necessidade do procedimento e ter bons resultados, procure um cirurgião plástico de sua confiança.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 15/06/2016, 15:04

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Quando a cirurgia plástica é recomendada

Com o objetivo de conseguir um corpo perfeito ou manter-se jovem muitas pessoas recorrem à cirurgias plásticas. De acordo com pesquisas, o Brasil fica em segundo lugar no ranking mundial da cirurgia plástica, perdendo somente para os Estados Unidos.

Será que esse procedimento é sempre necessário para os que desejam melhorar a aparência e a autoestima? A resposta mais adequada é depende. Confira exemplos em que a cirurgia plástica é devidamente indicada.

Lipoaspiração

É recomendada para os pacientes que não estão muito acima do peso. Por incrível que pareça, a lipoaspiração não tem como resultado o emagrecimento. Ela atua na remoção de gorduras localizadas e para afinamento do contorno do corpo.

Na cirurgia, é introduzida uma cânula sob a pele para aspirar a gordura. Segundo padrões mundiais estabelecidos, somente podem ser retiradas de 5 a 10% da gordura do corpo. No pós-operatório, é preciso usar uma cinta modeladora e fazer drenagens linfáticas, para o paciente voltar à sua rotina diária.

Mamoplastia de aumento (implante de silicone)

Essa cirurgia deve ser feita para quem possui pouco seio ou pretende fazer um procedimento de reparação, após uma mastectomia. É introduzida uma prótese de silicone texturizado, que pode ficar abaixo da glândula mamária ou atrás do músculo. O processo de incisão pode ser realizado pela axila, abaixo do seio, ou dependendo do caso, ao redor da auréola.

Após avaliar a paciente, o cirurgião define não apenas o tipo e o posicionamento da prótese, mas também como será a incisão. Normalmente, o processo pós-operatório é tranquilo. Em média, uma prótese de silicone dura 15 anos.

Mastopexia ou lifting de mama

Esse tipo de procedimento é indicado para as mulheres que desejam um novo formato de busto. Ele tem bons resultados nas pacientes com seios flácidos ou que possuem muito tecido mamário. É comum essa cirurgia estar associada a uma mamoplastia de aumento ou de redução.

Segundo especialistas, o ideal é que a mastopexia seja realizada em mulheres que já tiveram filhos ou já amamentaram. Isso porque existe o risco de comprometer os ductos lactíferos e de perda de sensibilidade.

Abdominoplastia

A abdominoplastia é feita para retirar o excesso de pele do abdômen e reposicionar os músculos abdominais. Por isso, pode ser realizada em mulheres que deram à luz - mas não recuperaram a forma antes da gravidez – ou em pessoas que perderam muito peso rapidamente devido a uma cirurgia bariátrica. Nos dois casos, os pacientes sofrem com o rompimento das fibras de colágeno, o que provoca flacidez e estrias.

Na cirurgia, ocorre um corte na região inferior do abdômen para esticar e recosturar a pele. Afastados por causa da gravidez ou da obesidade, os músculos abdominais são costurados juntos para retornarem ao devido lugar. Depois da recuperação, o ideal é o paciente fazer exercícios localizados para fortalecer os músculos reposicionados.

Blefaroplastia

Remover a pele e a gordura das pálpebras é o objetivo dessa cirurgia. Ela é recomendada para pacientes com  mais de 45 anos e que possuem algum acúmulo de pele no local,  apresentando dificuldades para enxergar ou que ficam incomodados com a flacidez ao redor dos olhos.

Os que possuem doenças oculares como glaucoma e hipertensão devem estar com o quadro controlado para fazer a blefaroplastia. Na cirurgia, ocorre a remoção da gordura e a costura do músculo. Em geral, o pós-operatório é muito tranquilo em quase todos os casos.

Lifting facial

O lifting facial é feito para "levantar" o rosto e reduzir as rugas e a flacidez. Pode ser feito em pessoas com mais de 40 anos que possuem perda do contorno e do volume facial. Na operação, são feitas incisões na região das orelhas, na linha do cabelo ou no couro cabeludo para eliminar o excesso de pele do rosto.

O pós-operatório pode ser complicado, porque o rosto fica inchado e dolorido. O ideal é o paciente ficar em repouso e longe do sol por 10 dias, para depois voltar à rotina.

Para avaliar a necessidade do procedimento e ter bons resultados, procure um cirurgião plástico de sua confiança.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 15/06/2016, 15:04

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625