Qual a diferença de mioma benigno ou maligno?

Qual a diferença de mioma benigno ou maligno

Todo mioma é um câncer? Não. Um mioma é um tumor que tem tratamento e pode ser curado. Ainda não se sabe por que motivos os miomas aparecem. No entanto, sabe-se que questões genéticas e hormonais têm grande impacto para o agravamento da doença.

Mesmo o mioma não sendo um tumor maligno, existe a possibilidade de virar leiomiossarcoma (tumor maligno). Por esta razão, é fundamental que a mulher mantenha visitas regulares ao médico ginecologista e constate o problema logo no início.

De maneira geral, um tumor é formado quando o tecido do organismo começa a se desenvolver de forma anormal. Ou seja, as células começam a crescer de forma incontrolável e acabam alterando as funções fisiológicas. Os tumores podem ser classificados como benignos e malignos.
Afinal, qual a diferença entre câncer de mama benigno e maligno?

Tumor benigno

Um tumor benigno ou massa é aquele que não apresenta risco de morte. Também chamado de neoplasma ou neoplasia, o tumor benigno é uma alteração celular que leva à aumentos anormais dos tecidos corporais envolvidos.

Vale destacar que um tumor para ser considerado benigno tem que ser bem delimitado, de crescimento lento e que após sua remoção não reapareça e nem se espalhe para outras regiões do corpo. Via de regra, um tumor benigno é constituído por células semelhantes às que o formou.
Por exemplo, miomas uterinos são tumores benignos comumente encontrados em mulheres que estão na perimenopausa (fim da vida reprodutiva feminina). Em outras palavras, o mioma benigno formado cresce localmente e não tem a capacidade de se espalhar para outras regiões do corpo.

Tumor maligno

Para muitas pessoas, o próprio termo “maligno” já reflete algo perigoso. Em regra, um tumor maligno invade as células adjacentes, ou seja, tem um rápido poder de crescimento, e pode se espalhar e se reincidir pelo organismo, afetando outros órgãos, seja por via linfática ou sanguínea – nestes casos chamado de metástase.
Embora o mioma maligno esteja associado a um tumor canceroso, este tipo de câncer pode estar associado a outras condições médicas. Por exemplo, hipertensão maligna (pressão do sangue que é perigosamente alta) e tumores malignos (como explicado acima).

Algumas semelhanças entre benigno e maligno

Ambos os casos de tumores podem crescer bastante, ou seja, o tamanho não é critério de diferenciação entre os dois tipos de tumores. Por exemplo, ovários classificados como benignos podem ter um tamanho maior e mesmo assim serem removidos.

Ambos podem ser perigosos, dependendo do tipo de tumor e da sua localização. Em alguns casos, apesar de tumores benignos serem apenas um incômodo, eles podem ser fatais. Exemplos como tumores cerebrais benignos e feocromocitoma podem causar sintomas de risco de morte.
Tanto o tumor benigno quanto o maligno podem aparecer novamente, caso sejam deixados alguns resquícios de células. Ou seja, podem reaparecer com o tempo perto da região do tumor original.

 

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 24/08/2017, 18:55

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Qual a diferença de mioma benigno ou maligno

Todo mioma é um câncer? Não. Um mioma é um tumor que tem tratamento e pode ser curado. Ainda não se sabe por que motivos os miomas aparecem. No entanto, sabe-se que questões genéticas e hormonais têm grande impacto para o agravamento da doença.

Mesmo o mioma não sendo um tumor maligno, existe a possibilidade de virar leiomiossarcoma (tumor maligno). Por esta razão, é fundamental que a mulher mantenha visitas regulares ao médico ginecologista e constate o problema logo no início.

De maneira geral, um tumor é formado quando o tecido do organismo começa a se desenvolver de forma anormal. Ou seja, as células começam a crescer de forma incontrolável e acabam alterando as funções fisiológicas. Os tumores podem ser classificados como benignos e malignos.
Afinal, qual a diferença entre câncer de mama benigno e maligno?

Tumor benigno

Um tumor benigno ou massa é aquele que não apresenta risco de morte. Também chamado de neoplasma ou neoplasia, o tumor benigno é uma alteração celular que leva à aumentos anormais dos tecidos corporais envolvidos.

Vale destacar que um tumor para ser considerado benigno tem que ser bem delimitado, de crescimento lento e que após sua remoção não reapareça e nem se espalhe para outras regiões do corpo. Via de regra, um tumor benigno é constituído por células semelhantes às que o formou.
Por exemplo, miomas uterinos são tumores benignos comumente encontrados em mulheres que estão na perimenopausa (fim da vida reprodutiva feminina). Em outras palavras, o mioma benigno formado cresce localmente e não tem a capacidade de se espalhar para outras regiões do corpo.

Tumor maligno

Para muitas pessoas, o próprio termo “maligno” já reflete algo perigoso. Em regra, um tumor maligno invade as células adjacentes, ou seja, tem um rápido poder de crescimento, e pode se espalhar e se reincidir pelo organismo, afetando outros órgãos, seja por via linfática ou sanguínea – nestes casos chamado de metástase.
Embora o mioma maligno esteja associado a um tumor canceroso, este tipo de câncer pode estar associado a outras condições médicas. Por exemplo, hipertensão maligna (pressão do sangue que é perigosamente alta) e tumores malignos (como explicado acima).

Algumas semelhanças entre benigno e maligno

Ambos os casos de tumores podem crescer bastante, ou seja, o tamanho não é critério de diferenciação entre os dois tipos de tumores. Por exemplo, ovários classificados como benignos podem ter um tamanho maior e mesmo assim serem removidos.

Ambos podem ser perigosos, dependendo do tipo de tumor e da sua localização. Em alguns casos, apesar de tumores benignos serem apenas um incômodo, eles podem ser fatais. Exemplos como tumores cerebrais benignos e feocromocitoma podem causar sintomas de risco de morte.
Tanto o tumor benigno quanto o maligno podem aparecer novamente, caso sejam deixados alguns resquícios de células. Ou seja, podem reaparecer com o tempo perto da região do tumor original.

 

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 24/08/2017, 18:55

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625