Por que levar a filha ao ginecologista?

Por que levar a filha ao ginecologista?

Com a Internet, é muito mais fácil para as crianças e os adolescentes terem acesso a diversos tipos de informação, inclusive sobre o sexo. Mas qual a postura dos pais para os filhos terem uma educação sexual adequada?

No caso das meninas, a primeira recomendação é levar ao ginecologista logo no começo da adolescência. O ideal é que a primeira consulta ocorra no início da puberdade, quando acontece a primeira menstruação, aparecem as mamas e os pelos pubianos. Normalmente, isso ocorre com meninas na faixa dos 11 a 15 anos.

A consulta com o ginecologista contribui para a adolescente compreender a necessidade de fazer sexo com segurança, evitando uma gravidez indesejada e as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), como a Aids, a sífilis e a gonorreia.

Experiência

Outra vantagem de se levar a filha para o ginecologista é a experiência que o profissional tem em abordar questões como puberdade, relação sexual e as DSTs. São assuntos que familiares, amigos e professores, normalmente, ficam constrangidos em abordar.

Por isso, o ginecologista é importante para ajudar a adolescente a compreender as mudanças que estão acontecendo em seu corpo e no comportamento. Além disso, o ginecologista tem autoridade e conhecimento para indicar métodos contraceptivos e os procedimentos necessários para evitar as doenças transmitidas pelo sexo.

No caso das adolescentes mais tímidas, contar com a ajuda de um ginecologista é fundamental para perder o medo de fazer perguntas relativas à menstruação, à puberdade e à vida sexual. Sem dúvida, esse tipo de postura vai contribuir para a sua filha ter mais qualidade de vida.

Prevenir problemas futuros

Na avaliação de especialistas, a consulta ao ginecologista ajuda as adolescentes a prevenir problemas no futuro, como cólicas intensas, distúrbios menstruais, ovários policísticos, traumatismos, entre outros.

Para meninas da faixa dos 11 aos 13 anos, a vacina contra o HPV é uma necessidade e inegavelmente, é mais um excelente motivo para levar sua filha ao ginecologista, que poderá prescrever a vacina.

Higiene

Outro aspecto importante é que o ginecologista pode dar dicas sobre a higienização da vagina, que pode variar de acordo com a época do ano. No verão, o ideal fazer a limpeza três vezes por dia. No inverno, duas vezes.

No período menstrual, a orientação é fazer a higiene ao trocar de absorvente. Isso deve ser feito, preferencialmente, a cada quatro horas no período da manhã. Além disso, é recomendado usar sabão líquido e neutro para a limpeza diária.

Não tenha dúvida de que há muitas razões para você levar a sua filha para o ginecologista.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 17/06/2016, 15:25

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Por que levar a filha ao ginecologista?

Com a Internet, é muito mais fácil para as crianças e os adolescentes terem acesso a diversos tipos de informação, inclusive sobre o sexo. Mas qual a postura dos pais para os filhos terem uma educação sexual adequada?

No caso das meninas, a primeira recomendação é levar ao ginecologista logo no começo da adolescência. O ideal é que a primeira consulta ocorra no início da puberdade, quando acontece a primeira menstruação, aparecem as mamas e os pelos pubianos. Normalmente, isso ocorre com meninas na faixa dos 11 a 15 anos.

A consulta com o ginecologista contribui para a adolescente compreender a necessidade de fazer sexo com segurança, evitando uma gravidez indesejada e as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), como a Aids, a sífilis e a gonorreia.

Experiência

Outra vantagem de se levar a filha para o ginecologista é a experiência que o profissional tem em abordar questões como puberdade, relação sexual e as DSTs. São assuntos que familiares, amigos e professores, normalmente, ficam constrangidos em abordar.

Por isso, o ginecologista é importante para ajudar a adolescente a compreender as mudanças que estão acontecendo em seu corpo e no comportamento. Além disso, o ginecologista tem autoridade e conhecimento para indicar métodos contraceptivos e os procedimentos necessários para evitar as doenças transmitidas pelo sexo.

No caso das adolescentes mais tímidas, contar com a ajuda de um ginecologista é fundamental para perder o medo de fazer perguntas relativas à menstruação, à puberdade e à vida sexual. Sem dúvida, esse tipo de postura vai contribuir para a sua filha ter mais qualidade de vida.

Prevenir problemas futuros

Na avaliação de especialistas, a consulta ao ginecologista ajuda as adolescentes a prevenir problemas no futuro, como cólicas intensas, distúrbios menstruais, ovários policísticos, traumatismos, entre outros.

Para meninas da faixa dos 11 aos 13 anos, a vacina contra o HPV é uma necessidade e inegavelmente, é mais um excelente motivo para levar sua filha ao ginecologista, que poderá prescrever a vacina.

Higiene

Outro aspecto importante é que o ginecologista pode dar dicas sobre a higienização da vagina, que pode variar de acordo com a época do ano. No verão, o ideal fazer a limpeza três vezes por dia. No inverno, duas vezes.

No período menstrual, a orientação é fazer a higiene ao trocar de absorvente. Isso deve ser feito, preferencialmente, a cada quatro horas no período da manhã. Além disso, é recomendado usar sabão líquido e neutro para a limpeza diária.

Não tenha dúvida de que há muitas razões para você levar a sua filha para o ginecologista.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 17/06/2016, 15:25

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625