Pode se fazer mamografia tendo próteses de silicone?

mamografia

Essa é uma das perguntas mais rotineiras. Pode e deve fazer a mamografia mesmo tendo a prótese de silicone. Quando o exame é feito em clínicas confiáveis não existe risco de ruptura nas próteses. É sempre necessário que se avise ao operador sobre o silicone, assim ele aplicará menos pressão.

Segundo pesquisas quem possui próteses de silicone diminuem as chances em 30% de descobrir do câncer de mama precocemente. Por isso sempre que o médico desconfiar de algum problema será necessário fazer mais alguns exames, como o ultrassom de mama ou mesmo a ressonância magnética.

Para o exame

A mamografia para quem tem prótese de silicone é feita de maneira diferente das mulheres que não possuem. Existem duas maneiras para a colocação do implante mamário, uma é atrás da glândula mamária e a outra é atrás do músculo peitoral. Quem decide como implantar é o médico dependendo de como quer deixar os resultados na paciente, agora para a facilitação da mamografia os implantes colocados atrás do músculo peitoral possibilitam melhor deslocamento para a exposição completa da glândula mamária ao se realizar a mamografia.

Com o silicone a mamografia precisa de um pouco mais de imagens. Por isso são oito radiografias, quatro de cada mama.  Sendo quatro com a prótese e quatro com uma manobra chamada "manobra de Eklund", onde essa técnica procura afastar a prótese para cima e para trás e assim é possível radiografar apenas o tecido mamário.

Devemos informar que existe um risco mínimo da prótese de silicone estourar, por isso é importante sempre informar o técnico sobre a presença dos implantes antes de iniciar a mamografia. Com isso o técnico aplicará menos compressão no implante, proporcionando maior visualização da mama e tornando a mamografia mais segura e eficiente.

 

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 15/05/2015, 12:38

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

mamografia

Essa é uma das perguntas mais rotineiras. Pode e deve fazer a mamografia mesmo tendo a prótese de silicone. Quando o exame é feito em clínicas confiáveis não existe risco de ruptura nas próteses. É sempre necessário que se avise ao operador sobre o silicone, assim ele aplicará menos pressão.

Segundo pesquisas quem possui próteses de silicone diminuem as chances em 30% de descobrir do câncer de mama precocemente. Por isso sempre que o médico desconfiar de algum problema será necessário fazer mais alguns exames, como o ultrassom de mama ou mesmo a ressonância magnética.

Para o exame

A mamografia para quem tem prótese de silicone é feita de maneira diferente das mulheres que não possuem. Existem duas maneiras para a colocação do implante mamário, uma é atrás da glândula mamária e a outra é atrás do músculo peitoral. Quem decide como implantar é o médico dependendo de como quer deixar os resultados na paciente, agora para a facilitação da mamografia os implantes colocados atrás do músculo peitoral possibilitam melhor deslocamento para a exposição completa da glândula mamária ao se realizar a mamografia.

Com o silicone a mamografia precisa de um pouco mais de imagens. Por isso são oito radiografias, quatro de cada mama.  Sendo quatro com a prótese e quatro com uma manobra chamada "manobra de Eklund", onde essa técnica procura afastar a prótese para cima e para trás e assim é possível radiografar apenas o tecido mamário.

Devemos informar que existe um risco mínimo da prótese de silicone estourar, por isso é importante sempre informar o técnico sobre a presença dos implantes antes de iniciar a mamografia. Com isso o técnico aplicará menos compressão no implante, proporcionando maior visualização da mama e tornando a mamografia mais segura e eficiente.

 

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 15/05/2015, 12:38

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625