O procedimento de mamotomia deixa cicatriz?

O procedimento de mamotomia deixa cicatriz?

A mamotomia, também conhecida como biópsia mamaria, é um procedimento que permite com precisão a identificação de lesões suspeitas e que não são observadas ao se apalpar as mamas. Ou seja, lesões com menos de 1,5 cm que não podem ser identificadas por ultrassonografia ou mamografia.

Para identificar o câncer de mama, ao realizar a mamotomia, o médico retira uma pequena quantidade de tecido mamário, que passará por uma avaliação anatomopatológica, cujo procedimento irá definir se a lesão é ou não cancerígena.

O que é mamotomia?

A mamotomia é indicada para pacientes que não apresentam nenhuma anomalia aparente nas mamas, no entanto, a verificação de nódulos não palpáveis em lesões de até 1,5 cm pode ser verificada apenas com uma biópsia mamária.

O procedimento é um método cirúrgico que coleta amostras do tecido mamário, realizado em ambiente ambulatorial e que, na sua grande maioria, substitui a biópsia cirúrgica quanto a verificação de alterações nas mamas.

O procedimento é praticamente indolor e não deixa cicatrizes. Após a realização, o paciente não precisa ficar internado e pode seguir com sua rotina, mas recomenda-se que tenha um repouso de 5 dias após a mamotomia.

Para que serve a Mamotomia?

É um procedimento altamente preciso que auxilia o médico a verificar uma variedade de anomalias mamárias. Das palpáveis até àquelas que não podem ser vistas microscopicamente. O diagnóstico das amostras coletadas é obtido através de procedimento altamente confiáveis.

A mamotomia também pode ser utilizada para verificar se há nódulos benignos como um fibroadenoma.

Como é feito o procedimento de mamotomia?

A mamotomia é pouco invasiva e indolor, antes da sua realização o paciente deve fazer uma mamografia digital de forma a possibilitar ao médico verificar alterações ou outros problemas associados.

Através do exame, o médico localiza a região da biopsia, anestesia o local e insere a agulha da mamotomia, que encontra a lesão e coleta alguns fragmentos que são posteriormente encaminhados para análise. A partir dos resultados é possível identificar se o tumor é maligno ou benigno.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 06/09/2017, 19:16

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

O procedimento de mamotomia deixa cicatriz?

A mamotomia, também conhecida como biópsia mamaria, é um procedimento que permite com precisão a identificação de lesões suspeitas e que não são observadas ao se apalpar as mamas. Ou seja, lesões com menos de 1,5 cm que não podem ser identificadas por ultrassonografia ou mamografia.

Para identificar o câncer de mama, ao realizar a mamotomia, o médico retira uma pequena quantidade de tecido mamário, que passará por uma avaliação anatomopatológica, cujo procedimento irá definir se a lesão é ou não cancerígena.

O que é mamotomia?

A mamotomia é indicada para pacientes que não apresentam nenhuma anomalia aparente nas mamas, no entanto, a verificação de nódulos não palpáveis em lesões de até 1,5 cm pode ser verificada apenas com uma biópsia mamária.

O procedimento é um método cirúrgico que coleta amostras do tecido mamário, realizado em ambiente ambulatorial e que, na sua grande maioria, substitui a biópsia cirúrgica quanto a verificação de alterações nas mamas.

O procedimento é praticamente indolor e não deixa cicatrizes. Após a realização, o paciente não precisa ficar internado e pode seguir com sua rotina, mas recomenda-se que tenha um repouso de 5 dias após a mamotomia.

Para que serve a Mamotomia?

É um procedimento altamente preciso que auxilia o médico a verificar uma variedade de anomalias mamárias. Das palpáveis até àquelas que não podem ser vistas microscopicamente. O diagnóstico das amostras coletadas é obtido através de procedimento altamente confiáveis.

A mamotomia também pode ser utilizada para verificar se há nódulos benignos como um fibroadenoma.

Como é feito o procedimento de mamotomia?

A mamotomia é pouco invasiva e indolor, antes da sua realização o paciente deve fazer uma mamografia digital de forma a possibilitar ao médico verificar alterações ou outros problemas associados.

Através do exame, o médico localiza a região da biopsia, anestesia o local e insere a agulha da mamotomia, que encontra a lesão e coleta alguns fragmentos que são posteriormente encaminhados para análise. A partir dos resultados é possível identificar se o tumor é maligno ou benigno.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 06/09/2017, 19:16

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625