Mastologia não trata apenas de câncer de mama

Mastologia não trata apenas de câncer de mama

A incidência do câncer de mama é um dos tipos de câncer mais comum e que mais mata mulheres em todo o mundo, segundo pesquisa divulgada pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer.

Por não apresentar sintomas na sua fase inicial, a detecção precoce da doença se torna bastante difícil. Vale destacar que quanto mais cedo o câncer de mama for descoberto, mais alta são as taxas de sucesso no tratamento.

No entanto, ao falar de câncer de mama, muitas pessoas logo associam a doença ao médico mastologista, mas este profissional não cuida apenas do câncer por si só, mas de todas as patologias que atingem as mamas.

Vejamos alguns problemas que podem surgir nas mamas e que o mastologista tem a especialidade de tratar.

Nódulos e assimetrias nas mamas

É comum entre as mulheres jovens, principalmente no final da adolescência e no início da vida adulta, apresentarem alterações no corpo devido à produção de hormônios. E é principalmente nesta fase que podem surgir algumas doenças na mama, como nódulos (fibroadenomas) e as assimetrias (seios de tamanho diferente).

O médico mastologista será o profissional que fará os exames necessários e recomendará o melhor tratamento. No caso dos nódulos, é possível a identificação pelo toque ou por exame de imagem, podendo ter o seu tamanho alterado conforme a fase do ciclo menstrual.

Na maioria dos casos a assimetria dos seios não se constitui uma preocupação, mas apenas o mastologista poderá verificar e chegar a um diagnóstico. Pode ser decorrente de variações hormonais ou o chamado cancro de mama, uma alteração mais preocupante que ocorre já na vida adulta, uma mudança súbita no tamanho, na forma e na aparência da mama.

Ginecomastia

No universo masculino também é comum surgirem algumas patologias que atingem as mamas, como é o caso da ginecomastia, doença que leva ao crescimento das glândulas mamárias de forma anormal para o corpo de um homem.

Através de uma consulta ao médico mastologista será possível detectar as possíveis causas e estabelecer um tratamento que possa corrigir. A ginecomastia, na fase da puberdade, é facilmente reversível, mas em faixas etárias mais avançadas pode requerer intervenção cirúrgica.

Mastite

A mastite ocorre geralmente no período de gravidez e amamentação e diz respeito a uma inflamação nas glândulas mamárias causada geralmente por uma infecção. O mastologista é o profissional médico que poderá verificar os sintomas e tratar o quantos antes pois, dependendo do caso, pode ou não se tornar uma infecção bacteriana.

Quando tratada logo no começo, a mastite costuma ter bons resultados. Se for uma mastite já instalada com secreção, é necessário o uso de antibiótico. Porém, só um médico especialista poderá fazer uma avaliação e prescrever a mediação adequada, caso seja necessário.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 19/07/2017, 13:03

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Mastologia não trata apenas de câncer de mama

A incidência do câncer de mama é um dos tipos de câncer mais comum e que mais mata mulheres em todo o mundo, segundo pesquisa divulgada pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer.

Por não apresentar sintomas na sua fase inicial, a detecção precoce da doença se torna bastante difícil. Vale destacar que quanto mais cedo o câncer de mama for descoberto, mais alta são as taxas de sucesso no tratamento.

No entanto, ao falar de câncer de mama, muitas pessoas logo associam a doença ao médico mastologista, mas este profissional não cuida apenas do câncer por si só, mas de todas as patologias que atingem as mamas.

Vejamos alguns problemas que podem surgir nas mamas e que o mastologista tem a especialidade de tratar.

Nódulos e assimetrias nas mamas

É comum entre as mulheres jovens, principalmente no final da adolescência e no início da vida adulta, apresentarem alterações no corpo devido à produção de hormônios. E é principalmente nesta fase que podem surgir algumas doenças na mama, como nódulos (fibroadenomas) e as assimetrias (seios de tamanho diferente).

O médico mastologista será o profissional que fará os exames necessários e recomendará o melhor tratamento. No caso dos nódulos, é possível a identificação pelo toque ou por exame de imagem, podendo ter o seu tamanho alterado conforme a fase do ciclo menstrual.

Na maioria dos casos a assimetria dos seios não se constitui uma preocupação, mas apenas o mastologista poderá verificar e chegar a um diagnóstico. Pode ser decorrente de variações hormonais ou o chamado cancro de mama, uma alteração mais preocupante que ocorre já na vida adulta, uma mudança súbita no tamanho, na forma e na aparência da mama.

Ginecomastia

No universo masculino também é comum surgirem algumas patologias que atingem as mamas, como é o caso da ginecomastia, doença que leva ao crescimento das glândulas mamárias de forma anormal para o corpo de um homem.

Através de uma consulta ao médico mastologista será possível detectar as possíveis causas e estabelecer um tratamento que possa corrigir. A ginecomastia, na fase da puberdade, é facilmente reversível, mas em faixas etárias mais avançadas pode requerer intervenção cirúrgica.

Mastite

A mastite ocorre geralmente no período de gravidez e amamentação e diz respeito a uma inflamação nas glândulas mamárias causada geralmente por uma infecção. O mastologista é o profissional médico que poderá verificar os sintomas e tratar o quantos antes pois, dependendo do caso, pode ou não se tornar uma infecção bacteriana.

Quando tratada logo no começo, a mastite costuma ter bons resultados. Se for uma mastite já instalada com secreção, é necessário o uso de antibiótico. Porém, só um médico especialista poderá fazer uma avaliação e prescrever a mediação adequada, caso seja necessário.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 19/07/2017, 13:03

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625