Diferenças entre ressonância e tomografia

Contraste na Ressonância Magnetica

Raymond Vahan Damadian, em 1940, foi o inventor do primeiro equipamento de digitalização de ressonância magnética. O primeiro scanner corporal foi criado em 1969. Com essa criação foi possível ver dentro do corpo humano e poder curar as pessoas. Damadian, que era um estudioso das células, pode perceber o sódio e o potássio que contém nelas e saber como diferenciar tumores e tecidos deste novo exame. De lá para cá a ressonância se modificou bastante e hoje neste exame, além de ser visto digitalmente, os cortes podem ser identificados nas impressões também.

Já a tomografia veio evoluindo do RX desde 1961 com as descobertas de William Henry Oldendorf. Contudo, devido à falta de matemáticos, as imagens começaram a ser refeitas em 1964 com o trabalho de Allan MacLeod Cormack. Sir Godfrey Newbold Hounsfield que aperfeiçoou o trabalho depois de algumas tentativas, enfim conseguiu digitalizar as imagens. Lembrando que as primeiras imagens demoravam entorno de 10 dias para ficarem prontas por causa da baixa intensidade de radiação.

Diferenças entre Ressonância e Tomografia

A ressonância não utiliza raio x para gerar as imagens nítidas. Esse exame é uma técnica que envolve a utilização de campos magnéticos e ondas de rádio. Elas criam as imagens do interior do corpo humano e transportam para o computador com grande definição é como uma fotografia tridimensional do corpo, visto por dentro.

A tomografia utiliza raio x para melhor captação de imagem. Esse exame permite a reconstrução tridimensional do corpo. Mostrando ossos, tecidos, gases e líquidos de formas diferentes.

APLICAÇÕES

Ressonância: Imagens do cérebro, coluna vertebral, vasos sanguíneos, ligamentos, articulações, esclerose múltipla, tumores no cérebro, infecções no sistema nervoso central, tendinite, derrame, hérnia de disco, entre outros

Tomografia: Acidentes cerebrovasculares, hemorragias intracranianas, tumores, fraturas na face ou no crânio, pneumonia, pedras nos rins, apendicite, diagnostico de sinusite e para implantes dentário, entre outros

CONTRA INDICAÇÃO

Ressonância: A maioria das pessoas podem fazer esse exame sem nenhum risco

Tomografia: A maioria das pessoas podem fazer esse exame sem nenhum risco

QUEM NÃO PODE FAZER

Ressonância: Portadores de marca-passo, desfibrilador cardíaco implantável, implante coclear, clipes vasculares metálicos, prótese vascular, stent vascular, DIU, próteses ortopédicas, fragmentos de metais no corpo, tatuagens antigas possuíam traços de metais e gestantes quando pedido contraste.

Tomografia: Gestantes, alérgicos a iodo (quando for com contraste), pacientes claustrofóbicos e obesos

CONTRASTE

Ressonância: Gadolíneo: ele é eliminado pela urina, pode dar mal estar, quem possui insuficiência renal deve evitar

Tomografia: Quem tem alergia a frutos do mar não pode utilizar o contraste a base de iodo, pois dará reação e não poderá ser realizado o exame

TEMPO DO EXAME

Ressonância: Entre 15 min a 2 horas

Tomografia: Entre 5 a 20 min no máximo

VANTAGENS

Ressonância: Não utiliza radiação ionizante (raio X), nenhum efeito colateral ou danos à saúde pela exposição ao campo magnético e às ondas de rádio, em uma gama muito maior de contrastes disponíveis para tecidos moles, retrata a anatomia com mais detalhes e é mais sensível e específico para anormalidades dentro do cérebro, é capaz de gerar imagens em mais planos e pode reconstruir órgãos e regiões anatômicas em 3D. Os contrastes utilizados têm um risco consideravelmente menor de causar reação alérgica grave.

Tomografia: É menos sensível ao movimento do paciente durante o exame, pode ser realizada sem qualquer risco para o paciente com dispositivos médicos implantáveis​​, como marca-passos cardíacos ou clipes vasculares ferromagnéticos

DESVANTAGENS

Ressonância: Ficar muito tempo sem se mexer

Tomografia: Utiliza raio x

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 10/04/2015, 15:03

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Contraste na Ressonância Magnetica

Raymond Vahan Damadian, em 1940, foi o inventor do primeiro equipamento de digitalização de ressonância magnética. O primeiro scanner corporal foi criado em 1969. Com essa criação foi possível ver dentro do corpo humano e poder curar as pessoas. Damadian, que era um estudioso das células, pode perceber o sódio e o potássio que contém nelas e saber como diferenciar tumores e tecidos deste novo exame. De lá para cá a ressonância se modificou bastante e hoje neste exame, além de ser visto digitalmente, os cortes podem ser identificados nas impressões também.

Já a tomografia veio evoluindo do RX desde 1961 com as descobertas de William Henry Oldendorf. Contudo, devido à falta de matemáticos, as imagens começaram a ser refeitas em 1964 com o trabalho de Allan MacLeod Cormack. Sir Godfrey Newbold Hounsfield que aperfeiçoou o trabalho depois de algumas tentativas, enfim conseguiu digitalizar as imagens. Lembrando que as primeiras imagens demoravam entorno de 10 dias para ficarem prontas por causa da baixa intensidade de radiação.

Diferenças entre Ressonância e Tomografia

A ressonância não utiliza raio x para gerar as imagens nítidas. Esse exame é uma técnica que envolve a utilização de campos magnéticos e ondas de rádio. Elas criam as imagens do interior do corpo humano e transportam para o computador com grande definição é como uma fotografia tridimensional do corpo, visto por dentro.

A tomografia utiliza raio x para melhor captação de imagem. Esse exame permite a reconstrução tridimensional do corpo. Mostrando ossos, tecidos, gases e líquidos de formas diferentes.

APLICAÇÕES

Ressonância: Imagens do cérebro, coluna vertebral, vasos sanguíneos, ligamentos, articulações, esclerose múltipla, tumores no cérebro, infecções no sistema nervoso central, tendinite, derrame, hérnia de disco, entre outros

Tomografia: Acidentes cerebrovasculares, hemorragias intracranianas, tumores, fraturas na face ou no crânio, pneumonia, pedras nos rins, apendicite, diagnostico de sinusite e para implantes dentário, entre outros

CONTRA INDICAÇÃO

Ressonância: A maioria das pessoas podem fazer esse exame sem nenhum risco

Tomografia: A maioria das pessoas podem fazer esse exame sem nenhum risco

QUEM NÃO PODE FAZER

Ressonância: Portadores de marca-passo, desfibrilador cardíaco implantável, implante coclear, clipes vasculares metálicos, prótese vascular, stent vascular, DIU, próteses ortopédicas, fragmentos de metais no corpo, tatuagens antigas possuíam traços de metais e gestantes quando pedido contraste.

Tomografia: Gestantes, alérgicos a iodo (quando for com contraste), pacientes claustrofóbicos e obesos

CONTRASTE

Ressonância: Gadolíneo: ele é eliminado pela urina, pode dar mal estar, quem possui insuficiência renal deve evitar

Tomografia: Quem tem alergia a frutos do mar não pode utilizar o contraste a base de iodo, pois dará reação e não poderá ser realizado o exame

TEMPO DO EXAME

Ressonância: Entre 15 min a 2 horas

Tomografia: Entre 5 a 20 min no máximo

VANTAGENS

Ressonância: Não utiliza radiação ionizante (raio X), nenhum efeito colateral ou danos à saúde pela exposição ao campo magnético e às ondas de rádio, em uma gama muito maior de contrastes disponíveis para tecidos moles, retrata a anatomia com mais detalhes e é mais sensível e específico para anormalidades dentro do cérebro, é capaz de gerar imagens em mais planos e pode reconstruir órgãos e regiões anatômicas em 3D. Os contrastes utilizados têm um risco consideravelmente menor de causar reação alérgica grave.

Tomografia: É menos sensível ao movimento do paciente durante o exame, pode ser realizada sem qualquer risco para o paciente com dispositivos médicos implantáveis​​, como marca-passos cardíacos ou clipes vasculares ferromagnéticos

DESVANTAGENS

Ressonância: Ficar muito tempo sem se mexer

Tomografia: Utiliza raio x

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 10/04/2015, 15:03

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625