Confira os tipos de biópsias para o diagnóstico do câncer de mama

Confira os tipos de biópsias para o diagnóstico do câncer de mamaExistem diversos tipos de biópsia para o diagnóstico do câncer de mama, e vale lembrar que é muito importante sempre fazer o exame para detectar a doença de forma precoce, e assim realizar um tratamento para a cura o quanto antes. Vamos conferir todos eles?

  • PAAF ou Punção Mamária

A punção aspirativa por agulha fina (PAAF) compreende a remoção de uma amostra das células do tecido das mamas alterado para a realização do exame. Saiba que a PAAF é um método de exame rápido e é usada uma agulha com coleta efetuada com movimentos de vai e vem da seringa.

  • Core Biopsy

O exame é feito com anestesia local e normalmente se retiram diversos fragmentos, que permite a visualização na tela de equipamento de imagem, em tempo real. Este tipo de exame consiste na retirada de fragmentos de tecido com o auxílio de uma agulha e no fim do procedimento será realizada a compressão local, com o objetivo de evitar qualquer tipo de sangramento da região em que foi feita a biópsia.

  • Biópsia Cirúrgica

A Biópsia Cirúrgica é um método feito no centro cirúrgico no decorrer de um ato cirúrgico e conta com a vantagem de se realizar a biópsia por meio de um congelamento durante o procedimento, o que possibilita ao cirurgião ter uma maior margem de segurança. No método, se tiver alguma doença, o cirurgião avança mais um pouco e o congelamento é repetido até que as margens fiquem livres da doença.

  • Mamotomia

A Mamotomia compreende a eliminação de fragmentos de tecido, com a utilização de uma agulha mais grossa que a core biopsy, acoplada a um sistema a vácuo. Saiba que neste método o procedimento pode ser guiado através de mamografia ou ultrassom. O objetivo deste exame é o diagnóstico, mas em alguns casos, é possível a total retirada da lesão.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 17/07/2014, 19:13

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Confira os tipos de biópsias para o diagnóstico do câncer de mamaExistem diversos tipos de biópsia para o diagnóstico do câncer de mama, e vale lembrar que é muito importante sempre fazer o exame para detectar a doença de forma precoce, e assim realizar um tratamento para a cura o quanto antes. Vamos conferir todos eles?

  • PAAF ou Punção Mamária

A punção aspirativa por agulha fina (PAAF) compreende a remoção de uma amostra das células do tecido das mamas alterado para a realização do exame. Saiba que a PAAF é um método de exame rápido e é usada uma agulha com coleta efetuada com movimentos de vai e vem da seringa.

  • Core Biopsy

O exame é feito com anestesia local e normalmente se retiram diversos fragmentos, que permite a visualização na tela de equipamento de imagem, em tempo real. Este tipo de exame consiste na retirada de fragmentos de tecido com o auxílio de uma agulha e no fim do procedimento será realizada a compressão local, com o objetivo de evitar qualquer tipo de sangramento da região em que foi feita a biópsia.

  • Biópsia Cirúrgica

A Biópsia Cirúrgica é um método feito no centro cirúrgico no decorrer de um ato cirúrgico e conta com a vantagem de se realizar a biópsia por meio de um congelamento durante o procedimento, o que possibilita ao cirurgião ter uma maior margem de segurança. No método, se tiver alguma doença, o cirurgião avança mais um pouco e o congelamento é repetido até que as margens fiquem livres da doença.

  • Mamotomia

A Mamotomia compreende a eliminação de fragmentos de tecido, com a utilização de uma agulha mais grossa que a core biopsy, acoplada a um sistema a vácuo. Saiba que neste método o procedimento pode ser guiado através de mamografia ou ultrassom. O objetivo deste exame é o diagnóstico, mas em alguns casos, é possível a total retirada da lesão.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 17/07/2014, 19:13

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625