Como tratar a endometriose?

Como tratar a endometriose?

No artigo de hoje vamos falar sobre uma doença que está no tecido que reveste o interior do útero, o endométrio. O endométrio a cada mês, fica mais espesso para que seja possível uma fecundação. Contudo quando não existe a gravidez o endométrio vai descamando e é expulso na menstruação.

Em alguns casos, uma pequena quantidade de sangue vai para o sentido oposto e entra nos ovários ou na cavidade abdominal, assim causando a lesão endometriótica. Ainda é desconhecido como e porque esse desvio acontece, porém é provável que mães e irmãs da paciente também possuam. A endometriose pode acontecer desde a primeira menstruação, geralmente o diagnóstico é realizado quando a mulher está na casa dos 30.

Sintomas

  • Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
  • Dor pré-menstrual, durante as relações sexuais, na região pélvica;
  • Fadiga crônica e exaustão;
  • Sangramento menstrual intenso ou irregular;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade.

Diagnóstico

Qualquer sintoma estranho que tenha em seu corpo é preciso agendar uma consulta com seu ginecologista para que o diagnóstico seja feito de modo correto. Quando falar o que sente o médico irá pedir ultrassom endovaginal, exame ginecológico, dosagem de marcadores e outros exames de laboratório.

Prevenção

Como ainda não é possível comprovar como a mulher chega a esse diagnostico o recomendável é manter uma alimentação saudável, consumir pouco álcool e cafeína e fazer exercícios físicos. Também é recomendável consultar regularmente o ginecologista. Observando qualquer anormalidade no seu corpo, agende a consulta.

Tratamentos e Cuidados

Existem dois tipos de tratamentos podem ser usados contra a endometriose. Medicamentos ou cirurgia, contudo cabe ao ginecologista avaliar a gravidade da doença em cada caso e recomendar o melhor tratamento.

É importante a mulher entender que não existe cura permanente para a endometriose. O objetivo do tratamento é aliviar a dor e amenizar os outros sintomas, como favorecer a possibilidade de gravidez e diminuir as lesões no endométrio.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 19/06/2015, 10:00

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Como tratar a endometriose?

No artigo de hoje vamos falar sobre uma doença que está no tecido que reveste o interior do útero, o endométrio. O endométrio a cada mês, fica mais espesso para que seja possível uma fecundação. Contudo quando não existe a gravidez o endométrio vai descamando e é expulso na menstruação.

Em alguns casos, uma pequena quantidade de sangue vai para o sentido oposto e entra nos ovários ou na cavidade abdominal, assim causando a lesão endometriótica. Ainda é desconhecido como e porque esse desvio acontece, porém é provável que mães e irmãs da paciente também possuam. A endometriose pode acontecer desde a primeira menstruação, geralmente o diagnóstico é realizado quando a mulher está na casa dos 30.

Sintomas

  • Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
  • Dor pré-menstrual, durante as relações sexuais, na região pélvica;
  • Fadiga crônica e exaustão;
  • Sangramento menstrual intenso ou irregular;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade.

Diagnóstico

Qualquer sintoma estranho que tenha em seu corpo é preciso agendar uma consulta com seu ginecologista para que o diagnóstico seja feito de modo correto. Quando falar o que sente o médico irá pedir ultrassom endovaginal, exame ginecológico, dosagem de marcadores e outros exames de laboratório.

Prevenção

Como ainda não é possível comprovar como a mulher chega a esse diagnostico o recomendável é manter uma alimentação saudável, consumir pouco álcool e cafeína e fazer exercícios físicos. Também é recomendável consultar regularmente o ginecologista. Observando qualquer anormalidade no seu corpo, agende a consulta.

Tratamentos e Cuidados

Existem dois tipos de tratamentos podem ser usados contra a endometriose. Medicamentos ou cirurgia, contudo cabe ao ginecologista avaliar a gravidade da doença em cada caso e recomendar o melhor tratamento.

É importante a mulher entender que não existe cura permanente para a endometriose. O objetivo do tratamento é aliviar a dor e amenizar os outros sintomas, como favorecer a possibilidade de gravidez e diminuir as lesões no endométrio.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 19/06/2015, 10:00

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625