Como saber se o nódulo na mama é maligno?

Como saber se o nódulo na mama é maligno?

O câncer de mama é o que possui maior prevalência entre as mulheres, e detectá-lo em fase inicial é o principal fator para garantir a total remoção e cura. Porém, é importante lembrar que nem todo nódulo se caracteriza como um tumor maligno, visto que ele pode apresentar algumas características próprias. Conheça abaixo como é feita a detecção dos nódulos malignos:

O que caracteriza um nódulo maligno?

O aparecimento de tumores pode acontecer por diversas razões, sejam elas de influência externa, como hábitos alimentares, fumo, estresse ou interna, como a própria propensão genética que muitas mulheres possuem, ou alterações hormonais.

A melhor forma de se avaliar um tumor é por meio de uma biópsia local, que coletará parte do material do nódulo para a realização de uma análise laboratorial. Porém, além dessa, existem outras formas de perceber a atividade de um tumor, seja pela estrutura, aparência ou comportamento do nódulo.

Os nódulos malignos são duros, assimétricos e possuem rápida reprodução e, consequentemente, crescimento. Ao se desenvolverem, começam a surgir pequenos vasos para nutri-lo e existe grande risco de metástase, ou seja, aparição de nódulos em outros órgãos do corpo.

Como identificar um nódulo maligno na mama?

Na mama, a identificação inicial de um tumor é realizada por meio do autoexame e de exames de rotina, como ultrassonografia e mamografia. A presença de um tumor maligno, porém, pode ser percebida por outros sintomas, como:

  • Grande sensibilidade do mamilo e mudança de forma, podendo inverter-se para dentro da pele, inchar ou se tornar avermelhado;
  • Secreção anormal de líquidos: sejam eles sangramentos ou não;
  • Aparecimento de veias salientes ao redor dos mamilos;
  • Alterações na forma da mama, tornando-se assimétrica ou com aparente mudança em seu tamanho fora do período menstrual;
  • Alterações na textura da pele, que, às vezes, se torna áspera e granulada, com um aspecto de casca de laranja;
  • Aparecimento de grânulos nas regiões ao redor da mama, como as axilas.

Se você perceber qualquer alteração na mama, sendo homem ou mulher, independentemente de identificar ou não um nódulo maligno, deve-se procurar um médico imediatamente para a realização de exames mais precisos. No caso de tumores benignos, deve ser realizado o acompanhamento periódico da atividade do nódulo. Quanto antes o câncer de mama for detectado, maiores serão as chances de cura.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 23/02/2017, 14:00

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Como saber se o nódulo na mama é maligno?

O câncer de mama é o que possui maior prevalência entre as mulheres, e detectá-lo em fase inicial é o principal fator para garantir a total remoção e cura. Porém, é importante lembrar que nem todo nódulo se caracteriza como um tumor maligno, visto que ele pode apresentar algumas características próprias. Conheça abaixo como é feita a detecção dos nódulos malignos:

O que caracteriza um nódulo maligno?

O aparecimento de tumores pode acontecer por diversas razões, sejam elas de influência externa, como hábitos alimentares, fumo, estresse ou interna, como a própria propensão genética que muitas mulheres possuem, ou alterações hormonais.

A melhor forma de se avaliar um tumor é por meio de uma biópsia local, que coletará parte do material do nódulo para a realização de uma análise laboratorial. Porém, além dessa, existem outras formas de perceber a atividade de um tumor, seja pela estrutura, aparência ou comportamento do nódulo.

Os nódulos malignos são duros, assimétricos e possuem rápida reprodução e, consequentemente, crescimento. Ao se desenvolverem, começam a surgir pequenos vasos para nutri-lo e existe grande risco de metástase, ou seja, aparição de nódulos em outros órgãos do corpo.

Como identificar um nódulo maligno na mama?

Na mama, a identificação inicial de um tumor é realizada por meio do autoexame e de exames de rotina, como ultrassonografia e mamografia. A presença de um tumor maligno, porém, pode ser percebida por outros sintomas, como:

  • Grande sensibilidade do mamilo e mudança de forma, podendo inverter-se para dentro da pele, inchar ou se tornar avermelhado;
  • Secreção anormal de líquidos: sejam eles sangramentos ou não;
  • Aparecimento de veias salientes ao redor dos mamilos;
  • Alterações na forma da mama, tornando-se assimétrica ou com aparente mudança em seu tamanho fora do período menstrual;
  • Alterações na textura da pele, que, às vezes, se torna áspera e granulada, com um aspecto de casca de laranja;
  • Aparecimento de grânulos nas regiões ao redor da mama, como as axilas.

Se você perceber qualquer alteração na mama, sendo homem ou mulher, independentemente de identificar ou não um nódulo maligno, deve-se procurar um médico imediatamente para a realização de exames mais precisos. No caso de tumores benignos, deve ser realizado o acompanhamento periódico da atividade do nódulo. Quanto antes o câncer de mama for detectado, maiores serão as chances de cura.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 23/02/2017, 14:00

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625