Como descobrir a osteoporose?

Exame de Densitometria óssea

Conhecida como a perda do tecido do ósseo, a osteoporose provoca a diminuição da absorção de cálcio e costuma aparecer mais nas mulheres e após a menopausa, devido à ausência do hormônio feminino. Por prejudicar o osso que sustenta o nosso organismo, dependendo do seu estágio, a osteoporose pode trazer graves problemas.

Para conseguir tratar a osteoporose é necessário fazer um tratamento e o seu diagnóstico é feito a partir de exames clínicos. A partir daí, o médico responsável poderá definir  o tratamento, que normalmente incluem o uso de medicamentos.

Principais fatores causadores da osteoporose

● Estilo de vida sedentário;

● Idade avançada;

● Fatores genéticos;

● Baixa ingestão de cálcio;

● Baixa exposição à luz solar;

● Sedentarismo;

● Certos tipos de câncer;

● Doenças endócrinas;

Tratamentos e cuidados

A osteoporose é uma doença silenciosa. Normalmente o paciente só vai descobrir que esta com osteoporose quando tem uma fratura óssea. Para realizar o diagnóstico, o paciente será remetido a uma Densitometria óssea que vai analisar o esqueleto e identificar a osteoporose.

Outro diagnóstico importante é a realização da ressonância magnética, que fará a avaliação dos elementos neurológicos, principalmente utilizados na osteoporose transitória do quadril.

O tratamento pode utilizar vários tipos de medicamentos, dependendo da causa da doença.

Estima-se que cerca de  10 milhões de brasileiros sofram de osteoporose. E, infelizmente, este número cresce a cada ano. Os cuidados para a prevenção da osteoporose já devem iniciar na infância, com o consumo adequado de alimentos ricos em cálcio, também presentes nas verduras. A vitamina D também previne contra a osteoporose. Exercícios físicos e alimentação saudável continuam sendo dois fatores importantes de prevenção.

De cada 4 pessoas com osteoporose, 3 são mulheres. Isto não significa dizer, que homens não tenham esta doença. Portanto, devem também se preocupar com a prática constante de exercícios físicos, a boa alimentação e a ingestão de cálcio.

 

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 17/05/2016, 13:12

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME

Exame de Densitometria óssea

Conhecida como a perda do tecido do ósseo, a osteoporose provoca a diminuição da absorção de cálcio e costuma aparecer mais nas mulheres e após a menopausa, devido à ausência do hormônio feminino. Por prejudicar o osso que sustenta o nosso organismo, dependendo do seu estágio, a osteoporose pode trazer graves problemas.

Para conseguir tratar a osteoporose é necessário fazer um tratamento e o seu diagnóstico é feito a partir de exames clínicos. A partir daí, o médico responsável poderá definir  o tratamento, que normalmente incluem o uso de medicamentos.

Principais fatores causadores da osteoporose

● Estilo de vida sedentário;

● Idade avançada;

● Fatores genéticos;

● Baixa ingestão de cálcio;

● Baixa exposição à luz solar;

● Sedentarismo;

● Certos tipos de câncer;

● Doenças endócrinas;

Tratamentos e cuidados

A osteoporose é uma doença silenciosa. Normalmente o paciente só vai descobrir que esta com osteoporose quando tem uma fratura óssea. Para realizar o diagnóstico, o paciente será remetido a uma Densitometria óssea que vai analisar o esqueleto e identificar a osteoporose.

Outro diagnóstico importante é a realização da ressonância magnética, que fará a avaliação dos elementos neurológicos, principalmente utilizados na osteoporose transitória do quadril.

O tratamento pode utilizar vários tipos de medicamentos, dependendo da causa da doença.

Estima-se que cerca de  10 milhões de brasileiros sofram de osteoporose. E, infelizmente, este número cresce a cada ano. Os cuidados para a prevenção da osteoporose já devem iniciar na infância, com o consumo adequado de alimentos ricos em cálcio, também presentes nas verduras. A vitamina D também previne contra a osteoporose. Exercícios físicos e alimentação saudável continuam sendo dois fatores importantes de prevenção.

De cada 4 pessoas com osteoporose, 3 são mulheres. Isto não significa dizer, que homens não tenham esta doença. Portanto, devem também se preocupar com a prática constante de exercícios físicos, a boa alimentação e a ingestão de cálcio.

 

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 17/05/2016, 13:12

OUTRAS NOTÍCIAS

MARQUE SUA CONSULTA OU EXAME:

Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.
(61) 3213 6625